Páginas

Revista Sort! Especial Lotofácil

Pesquisar este blog

Siga-nos e nunca mais perca uma postagem!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

A ameaça do emburrecimento global

Existiria "ignorância" sobre a própria Burrice ?
Uma série de pesquisas psicológicas chegaram à conclusão de que a incompetência pode privar as pessoas da capacidade de reconhecer suas próprias incapacidades. Ou seja: pessoas burras são ignorante demais para sequer poderem admitir que são burras.

Essa desconexão pode ser responsável por inúmeros problemas na sociedade.



David Dunning, um experimentado psicólogo da Universidade de Cornell, demonstrou que os seres humanos acham “intrinsecamente difícil ter uma noção do que não sabem”.

Se um indivíduo não tem proeficência em raciocínio lógico, inteligência emocional, humor ou mesmo habilidades de previsibilidade no xadrez, ele ainda vai tender a "se achar"  com habilidades vencedoras naquela,  como sendo acima da média.

Dunning uniu sua pesquisa com  Justin Kruger, agora na Universidade de Nova York, e ali fizeram uma série de estudos nos quais instruíram às pessoas um teste de alguma área do conhecimento humano.  Deram a elas as provas de raciocínio lógico, noções sobre doenças sexualmente transmissíveis e sua prevenção, métodos de inteligência emocional, etc.

Então eles determinaram as suas pontuações com base em fatos reias, ao mesmo tempo em que pediram aos entrevistados que lhes dissessem o quão bem eles achavam que tinham ido.

Os resultados se confirmaram uniformes em todos os domínios do conhecimento. As pessoas que realmente se saíram bem nos testes demonstraram sentimentos mais confiantes sobre o seu desempenho, mas apenas ligeiramente. Na prática, a vasta maioria escreveu que foi melhor do que a média.

“As pessoas que realmente foram mal – os 10 ou 15% de fundo – acharam que seu desempenho caía em 60 ou 55%, portanto, acima da média”, disse Dunning.



O mesmo padrão misteriosamente  se confirmou nos testes para medir a capacidade das pessoas classificarem a graça de piadas, gramática correta, ou até mesmo seu próprio desempenho em um jogo lógico.

O pior é que não é mero  "otimismo". Os pesquisadores descobriram uma total falta de experiência, uma ignorânca tão grande que  torna as pessoas incapazes de reconhecer a sua deficiência.

Incrivelmente, nem mesmo com incentivos monetários foi possível mudar esse quadro. Mesmo oferecendo aos participantes do estudo uma recompensa de US$ 100 (cerca de R$ 170) para eles classificarem seu próprio desempenho com precisão, eles não o fizeram, continuaram acreditando que tinham ido melhor do que realmente foram. “Eles realmente estavam tentando ser honestos e imparciais”, disse Dunning.





Sociedade emburrecida


Dunning acredita que a incapacidade das pessoas na avaliação de seus próprios conhecimentos é a causa de muitos dos males da sociedade, incluindo a negação das alterações climáticas.


“Muitas pessoas não têm formação em ciência, e assim podem muito bem não compreender os acontecimentos climáticos. E como elas não têm o conhecimento necessário para avaliá-los, não percebem o quão ruim suas avaliações podem ser”, disse ele.

Além disso, mesmo se uma pessoa chegue a uma conclusão lógica sobre se a mudança climática é real ou não com base em sua avaliação da ciência, isso não significa que a pessoa realmente possui condições de avaliar a ciência.

Na mesma linha, as pessoas que não tem talento em uma determinada área vão tender a não reconhecer os talentos e boas ideias dos outros, de colegas de trabalho a políticos. Isso pode impedir o desenvolvimento  democrático(novidade não é mesmo? Isso explica porque o brasileiro tem escolhido os piores ou porque "Tiririca" é o símbolo de uma geração descendente..a que não está em vias de ascensão mas de descenso). Admirável o fenômeno ser ao que parece, global. 

Como a sociedade é inapta em sequer saber que nada sabe, ela cria uma espiral descendente...acaba apoiando o pior , ela é incapaz de perceber o que seria melhor para ela própria. 

Conclusão: 

lembre-se de talvez você não esteja com toda a bola que pensa estar. É possível que esteja equivocado(a) sobre muitas das coisas que agora acredita serem corretas. E o mais crítico...ao fazer piadas "legais" essas podem não ser exatamente tão engraçadas como você acredita que são...  E pode não estar certo sobre as coisas que você acredita que está certo. E, além de tudo, se você tentar fazer piadas sobre isso, pode não ser tão engraçado quanto você pensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Aproveite para nos seguir no twitter clubloterias ! Comente a vontade e ajude a expandir as luzes do saber.

Canal Clube

Loading...