Páginas

Revista Sort! Especial Lotofácil

Pesquisar este blog

Siga-nos e nunca mais perca uma postagem!

sábado, 9 de agosto de 2014

4 dicas pra fazer seu dinheiro crescer

Você dá o seu dinheiro para o gerente aplicar? 


Compra por compulsão em liquidações? Hora de rever o seu orçamento. 


Consultamos especialistas para transformar você em uma fera da economia.


Menina segurando dinheiro
Para ajudá-la, contrate um consultor financeiro ou compre um livro de finanças pessoais
Foto: Getty Images

Livre-se dos seus preconceitos: dinheiro não é um assunto chato. Já a falta dele, todo mundo concorda, é algo muitíssimo aborrecido. Portanto, o jeito é aprender a lidar com ele da melhor forma possível, certo? Caso contrário, você vai cair o tempo todo em armadilhas, que têm três únicos objetivos: fazer você gastar maisgastar mal e ganhar menos do que poderia. Pensando nisso, fomos atrás de dicas para fazer o seu dinheiro render. Assim, você poderá gastar no que vale a pena. Confira:
1. Faça seu orçamento pessoal
Anotar os gastos não é coisa de gente que não tem o que fazer. Muito pelo contrário. É a atitude financeira mais esperta que existe. Não dá para economizar sem saber quanto e no que se gasta. "No primeiro mês, basta guardar todas as notas do que você gastou. Aí, no mês seguinte, você terá uma idéia do que ocorre com o seu dinheiro", diz Carlos Kawamoto, assessor de investimento e co-autor de Seu Dinheiro em Boas Mãos (ed. Futura). "A finalidade do orçamento é saber qual o seu poder de compra. Assim, você consegue enxugar aqui e ali e, melhor ainda, aumentar a sua receita para gastar mais."
2. Seja aplicada
Você treme quando escuta termos como renda fixa, renda variável, aplicações de curto e longo prazo e bolsa de valores? Pois então há grandes chances de estar perdendo dinheiro sem saber ou, no mínimo, deixando de ganhar. Rafael Paschoarelli, autor de A Regra do Jogo - Descubra o Que Não Querem Que Você Saiba no Jogo do Dinheiro (ed. Saraiva), alerta para alguns perigos: "Deixar o gerente do banco cuidar do seu dinheiro é como pedir para o lobo cuidar do galinheiro. Não que ele seja má pessoa: o problema é que ele tem que vender o que é bom para o banco, seja poupança, seja títulos de capitalização. E isso pode ser péssimo para você", diz. Outra coisa é saber qual é o seu perfil como investidora. "Se ele for radical, o melhor é aplicar em fundos de renda variável e na bolsa de valores. Se for conservador, melhor aplicar em renda fixa", explica. Mas como escolher entre as dezenas de siglas e nomes misteriosos sem pedir socorro para o solícito gerente? Segundo Paschoarelli, você tem três alternativas: "Pergunte para um amigo isento, contrate um consultor financeiro ou compre um livro de finanças pessoais. Mas já adianto que a poupança raramente é um bom negócio", avisa.
3. Faça o listão do guarda-roupa
Saia para fazer compras de roupa tão preparada como quando se vai ao supermercado. Para não perder dinheiro comprando peças desnecessárias, liste o que falta no seu closet e vá à luta. "É preciso foco na hora de comprar, principalmente nas liquidações. Elaborar uma lista serve para economizar dinheiro e otimizar tempo. Tente ir ao supermercado sem idéia do que comprar: você vai voltar para casa com um monte de coisas de que não precisava e sem o que faltava", explica a stylist Emanuela Carvalho. A lista de roupas pode ser elaborada aos poucos, sempre que você se lembrar de algo que não tem. "Outra técnica é fazer três listas: uma de curto prazo, com itens básicos, como camisetas brancas e lingeries, outra de médio prazo, que inclui peças boas de verão e de inverno, e uma de longo prazo, que é a lista dos sonhos, na qual entram o casaco ou o vestido de grife que você sempre quis", diz Emanuela.
4. Ligue já
Agora existem tantas opções no mundo das comunicações que a gente acaba arrancando os cabelos e usando o celular quase 100% do tempo. "Para economizar, o melhor é optar por um serviço com tecnologia VOIP (Comunicação de Voz Entre Computadores), como o Skype. Com esse tipo de comunicador, uma ligação entre duas pessoas conectadas ao Skype sai de graça, vinda e recebida de qualquer lugar do mundo. Outra vantagem é que você pode usar o Skype para ligar para um celular ou telefone fixo - dentro e fora do país - pagando o preço de uma ligação local", explica Samuel Possebon, jornalista . Outra idéia é você adotar um dos milhares de planos que as operadoras de telefonia oferecem. "Aquele que permite cadastrar vários números e falar com eles usando uma tarifa reduzida é uma boa opção. Mas preste atenção: as operadoras exigem um tempo de permanência mínimo e cobram multa caso você decida sair antes", explica.


Fonte:  Michaela Von Schmaedel /

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Aproveite para nos seguir no twitter clubloterias ! Comente a vontade e ajude a expandir as luzes do saber.

Canal Clube

Loading...