Páginas

Revista Sort! Especial Lotofácil

Pesquisar este blog

Siga-nos e nunca mais perca uma postagem!

segunda-feira, 24 de março de 2014

O Número como Causa Primordial de tudo o que existe

Tudo o que existe se conecta ao Número.

Este é o enunciado mais profundo da humanidade, no que tange à causa fundamental de todas as coisas.

Pythagoras nos ensinou esta Verdade.

O que está diante de cada um de nos é um Universo em desenvolvimento.

temos miríades de possibilidades em construção.

Para organizar este conteúdo, Pythagoras desenvolveu a "teoria das cordas".

A moderna teria quântica do "super string", na pratica, é uma decorrência daquele antigo conceito.

Nesta bagagem, o que se declara é uma interdependência de 9 fatores para a criação da chamada "harmonia das esferas"".

A harmonia das esferas, então, pode ser encontrada em cada um de nós quando descobrimos o "pulso" do eneagrama.

Opa...chegamos a um novo patamar aqui...o que vem a ser "eneagrama' e por que esse nome?

Ao estudar a maneira de construção dos números, Pyrhagoras acessou um conhecimento milenar muito mais antigo que as fontes de seu tempo.

Este conhecimento é tão antigo que, cientificamente falando, podemos afirmar que é o elemento mais antigo jamais escrito em nossa humanidade.

É mais antigo que a Bíblia. è mais antigo do que os versos do Mahabaratha Hindú...é mais antigo e mais fundamental do que qualquer outro conceito posteriormente postulado.

Este é um fato que particularmente incomoda a muitos "fundamentalistas", porque tais pessoas querem se outorgar no "domínio" das causas. Essas pessoas acreditam que são "mensageiras da verdade", e portanto tentam destruir quem discorda de suas insignificâncias.



Felizmente para todos nós, os números não são sectários.

Eles são divinais, porque simplesmente "são o que são".

O que quero lhe dizer é que não podemos dizer que o número 1 "pertence" aos judeus, e nem que o número 7 "pertence" aos cristãos.

Cada número é livre para se manifestar em todos os credos. E como tal, são livres expressões do caminho divino.

O fato de estarmos constituindo um modelo de "eneagrama", nos remete ao número 9.

Mas porque "9", esta é a grande questão.

Precisaremos viajar no tempo para descobrir esta verdade.

Esta origem não está na numerologia comum...porque ela é uma forma "decorrente".

Esta origem também não está nos números da Kabbalah, porque esta também é "decorrente".

Viajamos além e descobrimos que esta origem também não está no código chinês das mutações, porque este também é decorrente.

Perceba que já "viajamos no tempo" mais de 3500 anos e estamos absolutamente seguindo as regras de algo que nasceu muito tempo antes.

Agora estamos passando ao lado do tempo da construção da Grande Pirâmide e novamente, o significado do eneagrama é uma aplicação decorrente. Ele não nasceu ali...ele foi transmitido para ali.

Mas afinal...onde fica então esta nascente cósmica?

Esta resposta parece estar claramente afixada no documento mais antigo de todos os tempos...a peça mais valiosa e mais verdadeira de toda a edificaçãao do conhecimento humano.

É´mais valiosa do que todos os desenvolvimentos posteriores, porque, quem conhece esse segredo abre todas as portas da sabedoria.

Estamos falando de um símbolo sagrado que está corretamente definido como "o selo sagrado de Mercúrio", o código numérico que permite aos homens se comunicarem com o seu criador.

Este código foi descoberto em algum dia de nossa humanidade, lá pelo ano 12.000 antes de nossa era.

E ele passou a ser venerado como elemento de transporte para a aquisição de todo o tipo de riquezas.

Este código de fato funciona até hoje, porque seus primeiros beneficiários formaram o mais antigo império deste planeta. Aliás, o império que redespertou e está em vias de ser novamente a nação mais rica e poderosa do mundo.

Creio que você já sabe de quem estou falando.

Você sabe que muitas nações ocidentais estão se afogando em dívidas enquanto uma certa nação oriental acumula lucro sobre lucro.

Este é o efeito da hora zero, a hora cíclica de renovação, que foi iniciada ainda nos anos 50...mas esta é uma outra história e contaremos em outra oportunidade.

O que importa aqui, é você saber que existe uma chave mestra, a chave mística de mercúrio, a chave de ouro do mensageiro dos deuses, ou daquilo que realiza a passagem entre este mundo e todos os demais.

Este código pode ser traduzido como "pedra filosofal" dos desenvolvimentos físicos, mentais e espirituais.

Vamos revelar aqui este segredo...embora ele seja algo "oculto". Mesmo "vendo" não se pode acessar, porque ele é um enigma. 

Você precisará de uma série de métodos para abrir cada uma das portas deste mistério!

Aqui está:


4 9 2
3 5 7
8 1 6


e nesta ordem...

Agora observe...

se você somar 4+9+2 // 4+3+8  ///4+5+6  /// 9+5+1 // 2+7+6 //  2+5+8 //  3+5+7 //  8+1+6

perceba...qualquer dessas tríades sempre resulta em "15"

Essa é a chave para conquistar tudo...o segredo se esconde no 15.

Por isso esse é o número que os poderosos vão, ao longo do tempo, ao mesmo tempo "usufruir" e tentar inibir o acesso aos não "iniciados".

Esse é um número particularmente perigoso e que exige muito cuidado. A vida e a morte passam por ele...a sorte e o azar passam por ele....sua forma de agir é o controle do "apego". Quem se apega perde... quem desapega vence. Apegados sempre viram escravos...desapegados sempre viram senhores...claro que existem transições, momentos os onde os "desapegados" são "escravizados' e momentos onde os "apegados"  se fingem de "bons samaritanos"...

A soma dessas 8 direções com 15, formada por 9 números, resulta em 135.

135 é um número muito poderoso.

Pythagoras nos diz que o significado deste número é "favor dos deuses para saúde paz e felicidade".

E não vamos desdizer o panteismo, porque quem o desdiz esta na contramão dos fatos...não existe meio lógico, racional de impedir Deus de criar outros deuses. Nós não podemos criar deuses perante Deus, mas Deus PODE. Então, quem desdiz o panteísmo, está indo contra o livre arbítrio do próprio Criador...

Vejam que paradoxo...será que podemos impedir Deus de ser Deus, e de portanto, criar "outros deuses" para ajudar a Servi-lo?

Esta polêmica cria uma bagunça mental...porque muita gente quer se imaginar sendo "um deus", é por isso que não se pode "criar deuses" ante a unidade suprema.

Bem, mas continuando nossa análise, estamos com 135, que é um "presente dos deuses para a humanidade".

Pode ser que isso tenha então, vindo de outro mundo...porque ninguém sabe como esse código nasceu...ele está impresso em papiro antiquíssimo recentemente descoberto na China. E ele aparece também esculpido em pedras com milhares de anos.

Ele foi estudado por Pythagoras...ele foi adotado pela Kabbalah, ele foi seguido pelos gnósticos e está inclusive e secretamente, amparando muitas organizações religiosas e comerciais. Ele é amparado no célebre número 6, e portanto, ele terá participação no desfecho do 666. Ele se encarregará de fazer o 18 sucumbir...em uma trajetória que se unirá a  uma inevitável jornada de retorno aos 8 nobres caminhos.



Ele determina se você ganha ou perde na loteria da vida...e podemos dizer que ele é também o que lhe fará acertar ou errar os números da Mega Sena.

E como usar...

As idéias para isso começam com uma metodologia de lançamentos em tempo real. O coração não para...seus pensamentos não param, o mundo não para. Portanto em claro desafio cósmico, o que é real de verdade, não pode ser escrito ou esculpido na estupidez burocrática. O número estático é rapidamente superado pelo número de desenvolvimento ascensional. O que importa para você vencer, portanto nunca estará fixado em um número único, mas na certeza de estar realizando 4 assertivas corretas a cada momento.

Falaremos delas...são as assertivas que colocaram Salomão no comando da fortuna ...são as assertivas que colocaram  Cagliostro como o mais rico vencedor de loterias que este mundo jamais viu...

Façamos assim...comente aqui nesta publicação se deseja saber. E quem sabe a gente marca uma palestra, um curso, uma vivência para demonstrar como o nosso DNA vibra com esses números e como isso pode ser interpolado para as mais diversas circunstâncias da existência.

São 9 números, 8 caminhos e 135 resultados divinais...tudo o que fuja a essa realidade, será chamado de "transitório".

O transitório sempre acabará por desaguar em um desses rios da existência, pelo quais, a eterna lei do retorno se encarregará de nos fazer crescer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Aproveite para nos seguir no twitter clubloterias ! Comente a vontade e ajude a expandir as luzes do saber.

Canal Clube

Loading...